.

Acessibilidade

Aumentar Fonte
.
Diminuir Fonte
.
Fonte Normal
.
Alto Contraste
.
Libras
.
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Mapa do Site
.
Acesso à informação
.

De Segunda a Sexta das 07:00 às 13:00 Horas

Idioma

Português

English

Español

Francese

Deutsch

Italiano

Fundo Social de Solidariedade - Quarta-feira, 04 de Abril de 2018

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Casa da Criança comemora o Dia da Mulher

Crianças saem em passeata e entregam flores para celebrar o 8 de março


O Dia da Mulher é comemorado anualmente em 8 de março, e não é considerado um feriado nacional. O Dia Internacional da Mulher é a celebração das conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres ao longo dos anos, sendo adotado pela Organização das nações Unidas e, consequentemente, por diversos países. Essa homenagem tem como objetivo lutar pela igualdade e combate à violência contra mulher. Em todo o Brasil são feitas passeatas, manifestações e reuniões para discutir e cobrar as autoridades responsáveis nesse sentido. Nas escolas e instituições, é uma data de valorização à figura feminina, que muitas vezes tem uma jornada dupla de trabalho, que se dedicam às suas profissões e também ao cuidado dos filhos, da família e da casa. Para celebrar esse dia uma importante ação no calendário escolar da Casa da Criança foi realizada. Os alunos saíram em passeata pela cidade com a fanfarra do “Projeto Harmonia” orientados pelos professores Júlio Coelho e Luana Grandizoli, carregando faixas contendo frases de ordem e entregando flores de EVA para as mulheres que encontravam ao longo do trajeto. Vale ressaltar que esse mimo foi confeccionado pelos próprios estudantes durante os cursos da instituição . Para a Coordenadora da Casa da Criança Rosemary Venâncio, o 8 de março é uma data para lembrar a importância de as mulheres terem direitos, “houve avanços em vários setores, mas as mulheres não têm acesso a todos os direitos que devem ter. A representatividade dessa ocasião é  uma política afirmativa. Acho que hoje nós ainda precisamos disso um marco para nosso amadurecimento, para reflexão. É importante esse momento ser lembrado e pensado. Afinal, a cultura machista vem do lar, passa pela escola, sociedade, trabalho e relações afetivas. No mais, mudou muito pouco a forma de se educar homens e mulheres na direção de fugir da desigualdade, da subalternidade das mulheres em relação aos homens, por isso a importância dessa celebração acontecer junto das crianças”, analisa a coordenadora.

 

 

 

784 Visualizações

Notícias relacionadas

Voltar para a listagem de notícias

.
.

Calendário de eventos

.
.

Acompanhe-nos

.
.

Prefeitura Municipal de Ubirajara - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.